terça-feira, 4 de outubro de 2011

Meu Portfólio

          Olá meu nome é Quézia, eu trabalho ha rede há 22 anos e já estive em quase todo lugar dentro de uma escola, hoje estou no melhor deles que vocês já sabem qual é né? A sala de aula. Sou formada em Pedagogia e História, pela Universidade Católica de Brasília, sou também pós graduada em Gestão escolar e Orientação Educacional. Sou casada há 15 anos e tenho duas filhas, a Júlia de 9 anos e a Annabelle de 6 anos, são o meu tesouro e a minha vida, principalmente para quem não podia ter nenhum filho... O grande projeto da minha vida era ser mãe, como já realizei, hoje eu só quero terminar minha casa e ver minhas filhas crescerem com saúde. Amo meu trabalho e me sinto realizada com o que faço, estou este ano com 5º ano do Ensino Fundamental. Trabalho na Escola Classe 16 de Ceilândia e para mim o melhor lugar de uma escola é a sala de aula junto ao aluno.
         Meu trabalho pedagógico hoje é bem diferente de quando eu comecei em 1989, a experincia conta muito pra um bom trabalho em qualquer profissão que escolhemos.
         Um bom projeto pedagógico é essencial para um bom trabalho de ensino-aprendizagem, pois o planejamento participativo e flexível é um valiosos instrumento em sala de aula. Um importante aliado também no trabalho do professor são as novas tecnologias que contribuem grandemente para uma melhor compreensão dos conteúdos do currículo básico de educação.
Mas não pensem que essa mudança é fácil, pois a escola tem uma certa dificuldade em se atualizar nsd novas Tic's, mas nada que a perseverança e o profissionalismo não resolvam.
          Minha escola em particular tem vários recursos tecnológicos que estão sendo usados na prática pedagógica diária.
Eu e minha amiga Lucimeire fizemos um projeto final para o curso de proinfo que estivemos fazendo sobre as novas tecnologias que podem ser usadas na escola e em sala de aula. Aplicamos o projeto e foi um sucesso! Nossos alunos aprenderam muito mais o conteúdo e de forma lúdica alcançaram uma melhor aprendizagem através das novas tecnologias existentes na própria escola.
         Aprendemos também a fazer uma webquest neste curso que foi bastante útil no ensino de problemas matemáticos para os alunos do meu 5 ano deste ano.

terça-feira, 27 de setembro de 2011

para pensar...

O ignorante afirma, o sábio duvida, o sensato reflete.

terça-feira, 14 de junho de 2011

RIR OU CHORAR??? ALUNOS MUITO INTELIGENTES...

RIR OU CHORAR?

ALUNOS... INTELIGENTES (?)

Professor: O que devo fazer para repartir 11 batatas por 7 pessoas? 
Aluno: Purê de batata, senhor professor!
Faz sentido!)

Professor:- Joaquim, diga o presente do indicativo do verbo caminhar. 
Aluno:- Eu caminho... tu caminhas... ele caminha... 
Professor:- Mais depressa! 
Aluno:- Nós corremos, vós correis, eles correm!
(E não é verdade?)

Professor: "Chovia" que tempo é? 
Aluno: É tempo muito mau, senhor professor.
(alguma dúvida?)

Professor: Quantos corações nós temos? 
Aluno: Dois, senhor professor. 
Professor: Dois!? 
Aluno: Sim, o meu e o seu!
(a lógica explica...certinho!)

Professor: Pode dizer-me o nome de cinco coisas que contenham leite? 
Aluno: Sim, senhor professor. Um queijo e quatro vacas.. 
(
me diga onde ele errou?)

PROFESSORA: Maria, aponte no mapa onde fica a América do Norte.. 
MARIA: Aqui está. 
PROFESSORA: Correto. Agora turma, quem descobriu a América? 
TURMA: A Maria.
(Uauuuuu)

PROFESSORA: Joãozinho, me diga sinceramente, você ora antes de cada refeição? 
Joãozinho: Não professora, não preciso... A minha mãe é uma boa cozinheira.
(sem comentários)
PROFESSORA: Artur, a tua redação "O Meu Cão" é exatamente igual à do seu irmão. Você copiou? 
ARTUR: Não, professora. O cão é que é o mesmo.
(lógica...)
PROFESSOR: Bruno, que nome se dá a uma pessoa que continua a falar, mesmo quando os outros não estão interessados? 
BRUNO: Professor.
(a melhor de todas sem duvida!!!!!!!!!!!)


terça-feira, 3 de maio de 2011

CAPACIDADE

  

Certa lenda conta que estavam duas crianças patinando em cima de um lago congelado. Era uma tarde nublada e fria e as crianças brincavam sem preocupação. De repente, o gelo se quebrou e uma das crianças caiu na água. A outra criança vendo que seu amiguinho se afogava de baixo do gelo, pegou uma pedra e começou a golpear com todas as suas forças, conseguindo quebrá-lo e salvar seu amigo. Quando os bombeiros chegaram e viram o que havia acontecido, perguntaram ao menino:
- Como você conseguiu fazer isso? É impossível que você tenha quebrado o gelo com essa pedra e suas mãos tão pequenas!
Nesse instante apareceu um ancião e disse:
- Eu sei como ele conseguiu.
Todos perguntaram:
- Como?
O ancião respondeu:
- Não havia ninguém ao seu redor para dizer-lhe que ele não seria capaz.

Agora você vai contar uma experiência sua em que você conseguiu fazer uma coisa que achava que era impossível.
 

terça-feira, 26 de abril de 2011

VIRUS DA AMIZADE! DEIXE ELE TE CONTAGIAR...

terça-feira, 29 de março de 2011

Feijões ou Problemas?

Reza a lenda que um monge, próximo de se aposentar, precisava encontrar um sucessor. Entre seus discípulos, dois já haviam dado mostras de que eram os mais aptos, mas apenas um o poderia. Para sanar as dúvidas, o mestre lançou um desafio, para por a sabedoria dos dois à prova: ambos receberiam alguns grãos de feijão, que deveriam colocar dentro dos sapatos, para então empreender a subida de uma grande montanha.
Dia e hora marcado, começa a prova. Nos primeiros quilômetros, um dos discípulos começou a mancar. No meio da subida, parou e tirou os sapatos. As bolhas em seus pés já sangravam, causando imensa dor. Ficou para trás, observando seu oponente sumir de vista.
Prova encerrada, todos de volta ao pé da montanha, para ouvir do monge o óbvio anúncio. Após o festejo, o derrotado aproxima-se e pergunta como é que ele havia conseguido subir e descer com os feijões nos sapatos:
- Antes de colocá-los no sapato, eu os cozinhei.
Carregando feijões, ou problemas, há sempre um jeito mais fácil de levar a vida. Problemas são inevitáveis. Já a duração do sofrimento, é você quem determina.

quarta-feira, 23 de março de 2011

Provérbio do dia...

Se você se sente só é porque construiu muros em vez de pontes."